jusbrasil.com.br
4 de Abril de 2020

O que você pode aprender com o caso da bebê de 11 meses deixada na calçada pela mãe

Reportagem do fantástico

Lelyan Guimarães Amancio, Advogado
há 8 meses

Para além da discussão sobre quem está certo e quem está errado na história contada pela reportagem do fantástico, ao que parece, a bebê deixada na calçada foi vítima de "falha" de comunicação e falta de autocontrole dos pais.

Se por um lado é compreensível a irritação e nervosismo da mãe pela falta de compromisso com o horário por parte do pai, de outro lado, salta aos olhos a gravidade da situação a que a ela expôs a filha, sob a justificativa de que estaria muito nervosa.

Nenhuma irresponsabilidade paterna justifica negligenciar os cuidados a um filho, por mínimo que seja o descuido.

Num outro vértice, afirmar que quem descumpre uma vez vai descumprir duas e simplesmente deixar de ir buscar a filha no dia imediato a um "desacordo" quanto ao horário, não nos parece um comportamento razoável, notadamente quando se tem em conta que no meio está uma criança.

A lição que fica dessa situação é: Jamais haja baseado (a) em suposição... Deduzir que alguém vai fazer ou deixar de fazer algo e agir como base nessa suposição, é pedir para ter problemas seja qual for a área da vida e em matéria de relações familiares, além de certo problema tende a se avolumar a cada dia e a se estender por anos.

Entre as mais frequentes causas de conflitos familiares estão as ações (ou omissões) baseadas em suposições quanto ao que o outro vai fazer e a falta de clareza quando àquilo que se espera do outro. Cuide da sua comunicação isso vai certamente te poupar muita dor de cabeça.

Uma segunda lição que fica é: haja o que houver, mantenha o autocontrole.

Especialmente se você tem filhos, é certo que terá muitos desafios emocionais a enfrentar, por isso cuide do seu emocional. Deixar-se desestabilizar pode te levar a atitudes impensadas das quais em geral decorrem consequências difíceis de contornar.

Se você estiver diante de um alienador parental certamente será muito desafiado (a), testado (a), provocado (a), entrar no jogo emocional dele (a) é tudo que você não deve fazer.

Além disso, lembre-se que como pais, somos também educadores em tempo integral e ninguém ensina autocontrole se descontrolando.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)